quarta-feira, 14 de junho de 2017

Primeiros geradores de energia eólica do estado de São Paulo

Aerogeradores estão instalados na área da usina de Porto Primavera


Em comemoração à semana do meio ambiente, o Governo de São Paulo iniciou, em 9 de junho, a fase de testes dos dois primeiros geradores de energia eólica do Estado instalados na área da usina Engenheiro Sérgio Motta, também conhecida como Porto Primavera, localizada no município de Rosana, na região de Presidente Prudente.

Os geradores eólicos fazem parte de um amplo projeto de pesquisa e desenvolvimento dentro do programa de pesquisa e desenvolvimento da Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, e visam estudar a complementaridade energética das fontes solar, eólica e hidráulica.
Cada aerogerador tem capacidade para gerar 100 quilowatts (kW). As torres, que possuem 30 metros de altura e pás de 10 metros de comprimento, os geradores eólicos produzirão cerca de 620 megawatts-hora (MWh) por ano, essa energia elétrica será utilizada no consumo interno da Usina Porto Primavera. A fase de testes elétricos e mecânicos devem durar aproximadamente 20 dias

“A implantação de centrais fotovoltaicas e eólicas junto a usinas hidrelétricas existentes apresenta vantagens devido ao espaço físico e infraestrutura de transmissão no local, o que pode propiciar uma redução significativa no custo da energia gerada”, explica o subsecretário de Energias Renováveis, Antonio Celso de Abreu Junior. Nesse conjunto o reservatório da usina hidrelétrica é utilizado para estabilizar a produção das centrais solar e eólica.

Atlas Eólico do Estado de São Paulo

O Estado de São Paulo tem um potencial de aproximadamente 13 mil GWh, tendo um fator de capacidade médio de 31,3%.

Os valores foram calculados a uma altura de 100 metros, considerando restrições pertinentes e velocidades de vento acima de 6,5 metros por segundo, ocupando uma área de 1.134 Km². Se forem consideradas todas as áreas com velocidades acima de 6 metros por segundo, esse potencial de geração subiria para cerca de 72 mil GWh, com fator de capacidade médio de 26,6%.

Acesse o Atlas Eólico do Estado de São Paulo que está disponível no site da Secretaria de Energia e Mineração no endereço www.energia.sp.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário